BEM-VINDO AO BLOG DO PROJETO ALUNOS EM REDE - MÍDIAS ESCOLARES

Aqui você encontrará produção de alunos de

Escolas Municipais de Porto Alegre na área da intersecção da

educação com a comunicação pelo campo da Educomunicação.
O material destas produções é utilizado para fins exclusivamente educativos

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Professores da Rede Municipal de Ensino na 3ª Mostra Científica do Instituto Federal de Educação

Por Jaqueline Aguiar
Professores da Rede Municipal de Ensino de Porto Alegre apresentam trabalhos de Inclusão Digital na 3ª Mostra Científica do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul. Acontece, nesta quarta-feira, dia 30 de outubro, das 16h30 às 18h, no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, localizado no campus da Restinga, a sessão de relatos de experiências denominada “Sala de Bate-Papo” onde nove professores da Rede municipal de Educação de Porto Alegre tiveram trabalhos aprovados. Os trabalhos que figurarão nesta sessão já tiveram destaque na Mostra Virtual de Inclusão Digital da Secretaria Municipal de Educação de Porto Alegre realizada em 2012, onde as comunidades escolares tiveram a oportunidade de escolher trabalhos que entenderam ser os mais significativos. Foram eles: 1. Gramadozoo – Professor Julio Cesar de Lucca (EMEF Jean Piaget) 2. Saindo da Rotina – Professora Fabiana Silva (EMEI Vila Mapa II) 3. Plantando e Colhendo – Professor Hilário Bichels (CMET Paulo Freire) 4. Adultos em Busca de Uma escola – Lauren Veronese(CMET Paulo Freire) 5. Ressignificando Percepções da arte contemporânea na educação de surdos – Mariuse Cardoso (CMET Paulo Freire) 6. Produzindo vídeos na escola – Professora Melissa Ferraz – EMEB Liberato S. V. da Cunha 7. Vídeo Projeto Brasilidade – Professora Rubia Borges – EMEF Ildo Meneghetti 8. Informática na Educação Infantil – Professora Shane lia Prestes – EMEI Valneri Antunes 9. Universo Musical da Beth – Professora Mariângela Mastalir – EMEI Vila Elizabeth Neste evento de tecnologia, os trabalhos dos nove professores passaram pelo olhar criterioso de uma comissão técnica examinadora que aprovou a participação e validou a qualidade das ações pedagógicas reportadas.
Você pode conferir os trabalhos aqui.
Fotos: Jesualdo F. Freitas.




quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Turma B13, alunos de 9 anos iniciam a edição de seus vídeos

Ontem a vez da Turma B13 editar. Trabalhamos com um grupo de 5 alunos. Cumprindo a rotina de encontrar o softeware de edição de áudio, importar o vídeo, etc. Conseguiram finalizá-lo. 

Fizeram cortes, adicionaram trilha e criaram os créditos. Também obtiveram melhor compreensão das ações de encenar, filmar e editar, bem como da atuação e dos cuidados no set. Vídeo finalizado e gravado como filme. Turma B13, 9 anos, Professora Mara Scalco da EMEB Dr. Liberato Salzano Vieira da Cunha.

Muito interessante o envolvimento e a felicidade dos alunos nesta produção.
Nas ações seguintes: edição por parte de todos os grupos, para depois assistir em conjunto com a turma e novo feedback

Turma B11, alunos de 9 anos editando seu vídeo. Escola Liberato.

Primeiro grupo editando
No dia 18/10, dia de iniciar a edição dos vídeos. Na programação cada grupo que encenou editará seu próprio vídeo. No grupo um opera o micro e todos participa. Na primeira experiência o primeiro grupo a editar estava sem os demais colegas no ambiente informatizado. E para quem conhece ambientes informatizados com 20 ou 30 computadores sabe da imantação dos alunos em estar um em cada micro. 

Mas nesta proposta não. Nesta proposta o grupo de 5 ou 6 alunos ficaria em torno de um micro editando seu vídeo. E isto ocorreu. Isto ocorreu. Cinco alunos num micro e os demais micros na sala sem alunos. Esta foi a primeira experiência de edição na turma B11. Na qual os alunos fizeram a rotina de encontrar o softeware de edição de vídeo, abri-lo e importar o vídeo. Logo após fizeram os cortes no início e no fim do vídeo. 

Orientações na edição
Ato seguinte, como previsto, todos os alunos da B11 na sala. Em grupos para editar seus vídeos. Agora sim, um pouco agitados com a realização de seus trabalhos de edição, alguns procuravam dispersar-se pelos micros disponíveis. Mas conseguimos, conseguimos. Todos fizeram a rotina relatada acima. Também construíram os créditos.

Ao final da aula, tinham melhor ideia do processo e do que deve-se fazer ao filmar para resultar melhor edição. Importante conclusão, agora, conhecendo o processo todo houve melhor entendimento das funções do diretor, dos atores, do camera-mem e do roteiro. Mais uma tarde maravilhosa na EMEB Dr. Liberato Salzano Vieira da Cunha, Turma B11, Professora Simone Dullius.

sábado, 19 de outubro de 2013

O que é OBR ?

Replicando de DAC MÍDIAS DO FACEBOOK
Via DAC MÍDIAS, por Derick Araujo Corso, de Fortaleza.

O que é OBR ?

Foto:Facebook, Vera M Sotério.
A Olimpíada Brasileira de Robótica(OBR) é uma das olimpíadas cientifícas brasileiras apoiadas pelo Governo Federal que utiliza-se da temática da robótica para estimular estudantes do ensino fundamental, médio e técnico às carreiras cintiifíco-tecnológicas. Identificando jovens talentosos e promovendo debates e atualizações no processo de ensino-aprendizagem Brasileiro. A OBR possuí duas modalidades que procuram adequar-se tanto ao público que nunca viu robótica quanto ao público de escolas que já tem contato com a robótica educacional. Anualmente a OBR elabora e gere a aplicação de provas teóricas e práticas em todo Brasil utilizando essa temática. A OBR destina-se a todos os alunos de qualquer escola pública ou privada do ensino fundamental, médio ou técnico em todo território nacional, e é uma iniciativa pública, gratuita e sem fins lucrativos.

Coordenador geral - Prof. Dr. Flavio Tonidavel
Vice-coordenadora geral - Profa. Dra. Esther Luna Colombini

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Gravação de áudio na Escola Liberato

No dia 16/10 os alunos de 9 anos da Turma B13 começaram gravaçães de áudio para rodar na Rádio Web que em breve será lançada.

De novo muito entusiasmo e muita emoção boa.


Marco Civil da Internet

Dia C em São Paulo forma roda para discussão sobre o Marco Civil da Internet (PL 2126/2011). O Marco Civil tenta impedir o abuso das grandes empresas e do governo sobre a privacidade do usuário e liberdade de acesso aos conteúdos disponíveis na internet. Confira o trecho sobre o que rolou, com a participação dos jovens da Viração e de Everton dos Santos Rodrigues, da Coordenadoria de Conectividade e Convergência Digital da Prefeitura de São Paulo. Veja aqui: http://bit.ly/16S5pxG

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Apresentação da Educomnicação na EMEF de Surdos Bilingue Salomão Watnick

No dia 08/10 em noite de formação dos professores da escola apresentamos a Educomunicação. A possibilidade de realização da educação na perspectiva da Educomunicação e as muitas possibilidades de trabalho com a imagem na esteira de construção de conhecimento pelos alunos. Apresentamos também o que chamamos de equipamentos de PVC utilizáveis para estabilização da imagem captada tanto por câmera quanto por celular,  contrução de alguns modelos de dolly (em PVC), tripé, etc.

Deriva daí a possibilidade de criação de uma TV/Escola/Bilíngue para a qual os alunos poderão produzir comunicação trazendo suas experiências e desafios que encontram. Como também veicular as lutas e avanços sociais permanentes para sua cidadania. Os professores/as presentes manifestaram interesse ao contato com o esclarecimento que nos traz a Educomunicação e também interesse em construir equipamentos para uso em aula e em outro momentos na escola, apontando que teremos novas agendas para contribuição na continuidade do processo.

Turma B11, 9 anos, gravando na EMEB Liberato Salzano Vieira da Cunha

No dia 08/10 o entusiasmo na Turma B11 era tanto que as 14h já se maquiaram e a gravação acabou às 17h30. Os alunos decidiram qual dos contos lidos sobre lendas urbanas iriam encenar. A encenação programada seria pela improvisação.

Também nesta turma souberam aguardar sua vez de encenar e captar imagens e som. Tiveram seus momentos de conversa e interação, mas conseguiram colaborar nos momentos após o 1,2,3 GRAVANDO!

Emoção, divertimento, criatividade entre outros sentimentos deram o curso da tarde complementando trabalho organizado anteriormente pela Professora Simone Dulius.

Aguardem edição enquanto isso confiram as fotos abaixo.

Alunos de 9 anos da Escola Liberato escolhem lendas urbanas para gravar vídeos

No dia 02/10 na Turma B13 da EMEB Liberato Salzano Vieira da Cunha, para realização de filmagens dos vídeos escolhidos pelos alunos, com orientação da Professora Mara Scalco durante a semana anterior num trabalho sobre lendas urbanas. A construção das cenas teve autoria dos alunos. Orientamos os alunos que iriam filmar seus colegas sobre as relações no set entre quem encena e quem grava.
Como eram vários grupos, cada grupo que encenou foi gravado por um outro grupo. No processo todos os alunos encenaram e todos filmaram. Lembrando que nesta ação fazemos tudo, ao mesmo tempo, agora! Então o processo de encenar e o processo de filmar é, a um só tempo, realização valendo, e, oficina aos participantes. Percebemos e registramos que os alunos tiveram uma organização formidável. Souberam esperar sua vez, tanto para filmar, captar áudio, fotografar e encenar, conseguindo conviver com a emoção forte e atender aos pedidos de 1,2,3 GRAVANDO! Confira  as fotografias.




terça-feira, 8 de outubro de 2013

Educom na sala de aula da Proª Cristiane

 No dia 02/10 estivemos na EMEI Vale Verde, na turma da Profª Cristiane. A proposta era projetar no multimídia as fotografias feitas pelos alunos em dias anteriores, com intenção de analisar o enquadramento.
Os alunos haviam fotografado a si mesmos e alguns de seus brinquedos. Também houve uma proposta de construir pequenos quadros com palitos de picolé para fazer enquadramentos brincando de fotografar (veja vídeo abaixo), esta ação se mostrou abstrata demais para a faixa etária.

Já a projeção de fotografias e a realização de novas fotografias, no ato, e diretamente na tela, contribuiu para perceber a valorização do espaço na fotografia. Neste caso apresentamos brinquedos bem próximo à cêmera de modo a ocupar toda a fotografia, isto visto na tela simultaneamente. Nos próximos passos esta atividade será incluída nas ações em fotografia para que todos os alunos realizem suas fotos e todos fotografem todos, como preferem, sempre. Adoram em grupo fotografar e ser fotografados.

A professora relatou que também realiza fotografias com efeitos visuais num softeware. A partir de agora também fará esta atividade utilizando o telão ao invés do monitor do computador. 

Há mais ações previstas que compartilharemos com o tempo.


video

Educomumincação na EMEI Ilha da Pintada

No dia 27/09 estivemos na EMEI Ilha da Pintada apresentamos a Teoria da Educomunicação e equipamentos em PVC para estabilizar a imagem tanto em foto como em vídeo. Com uma boa recepção ficou acordo de retornar à escola para seguimento da proposta. Aproveitamos para noticiar que a escola participou do concurso de fotografia "Diferentes Olhares sobre os parques e praças de Porto alegre" evento dentro da 23ª Semana de Porto Alegre, promovido pela Secretaria do Meio Ambiente. Com 14 fotografias escritas obtiveram o primeiro e terceiro lugares na categoria Maternal. Com primeiro lugar obtido pela fotografia de autoria da aluna Anna Gabriely Silva Lemos - M2 e terceiro lugar pela aluna Kailane de Alcântara Rodrigues - M2. As fotografias foram expostas no Parque Farroupilha e postriormentye serão expósta em local fechado.

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Cinemação V Educom

Replicamos de http://www.abpeducom.org.br/. Confira

Vídeo produzido pelos participantes da oficina de cinemação, do profº Marcílio Rocha Ramos, UFBA. No V Encontro Brasileiro de Educomunicação, 2013.

Comprar "Desabafo / Deixa Eu